Quiropraxia desportiva: aumento da performance do atleta

A Quiropraxia tem ganhado espaço entre a equipe médica de grandes atletas e clubes esportivos no mundo por conta da sua eficiência e rapidez em otimizar as articulações e sistema muscular. Conheça mais sobe a Quiropraxia.

Postado por: Osteofisio - 3 anos
quiropraxia-desportiva-aumento-da-performance-do-atleta
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

As lesões desportivas são produzidas por esportes ou exercícios e são consequência de métodos de treinamento incorretos, anomalias estruturais que geram compensações, fragilidade dos músculos, tendões e ligamentos e desgaste crônico resultantes de movimentos repetitivos. As lesões podem ser consideradas como o principal fator de afastamento de atletas de sua modalidade esportiva afetando seu desempenho técnico e físico, além de trazer prejuízos psicológicos e afetar a equipe.

Cada esporte possui suas características próprias de espaço, tempo, dinâmica e exigências físicas e esses fatores vão caracterizar o tipo de lesão mais frequente em cada um dos esportes. Essas lesões podem ser classificadas como agudas, incluindo dor repentina e intensa, edema, incapacidade de suportar peso na região da lesão, mobilidade alterada da articulação, fraqueza nas extremidades e luxação. Também existem as lesões crônicas que influenciam no rendimento do atleta e afeta diretamente a qualidade de execução de movimento devido ao aparecimento de dor durante a atividade esportiva e do exercício, bem como durante o repouso e até mesmo edema.

É de extrema necessidade ao atleta ter uma assistência multidisciplinar e integral que vise a prevenção dessas lesões e seu tratamento quando necessário. Além dos métodos convencionais, novas tendências surgem para a prevenção e tratamento desses problemas. É o caso da Quiropraxia, uma terapia que se dedica ao tratamento de problemas do sistema neuro-músculo-esquelético através de técnicas de terapia manual, manipulações, exercícios e orientação postural. Os quiropraxistas procuram diminuir a dor e tensão, restaurando o movimento adequado do corpo.

Problemas como fadiga muscular, dores de coluna, na cabeça e articulações dos membros são perfeitamente tratados. Seja na prevenção e tratamento de lesões ou melhora de desempenho, o Quiropraxista esportivo tem como principal área de atuação a coluna vertebral e as extremidades: membros superiores e inferiores. Estudos mostram que a coluna vertebral pode comprometer a função das extremidades, pois transmite e absorve forças entre os membros superiores e inferiores. Por outro lado as disfunções que ocorrem nas extremidades podem influenciar na coluna vertebral e consequentemente causar prejuízo à performance atlética.

A Quiropraxia tem ganhado espaço entre a equipe médica dos grandes clubes esportivos no mundo: 1980: A primeira equipe olímpica de medicina esportiva dos EUA a incluir um Quiropraxista nas Olimpíadas de Inverno; 1986: Criação da Federation International Chiropractic Sports (FICS);

No mundo:

Nos dois últimos jogos olímpicos, os Estados Unidos incluíram no seu time de cinco médicos, um quiropraxista;

Nas Olimpíadas de Atlanta a maior parte dos times olímpicos internacionais já estava utilizando quiropraxistas;

Competições profissionais de futebol, golfe, surfe, voleibol, jiu-jitsu, fisiculturismo, rodeios tem inserido o Quiropraxista no acompanhamento dos atletas;

Na Europa a manipulação da coluna vertebral e de extremidades é relatada como essencial nos treinamentos e competições de atletas.

A maioria dos programas de esportes individuais ou coletivos nos Estados Unidos acrescentou os cuidados quiropráticos nas estratégias de prevenção e recuperação de lesões esportivas Atualmente a Quiropraxia desportiva faz parte de uma ampla organização de medicina esportiva nas Olimpíadas, esportes acadêmicos profissionais, escolares e em clubes de jovens esportistas. Uma variedade de problemas neuro-músculo-esqueléticos acomete os atletas, sendo que estas disfunções não incluem somente a coluna vertebral e articulações do ombro e joelho, por exemplo, mas também os tecidos moles como músculos, fáscias, tendões e ligamentos. Para o Quiropraxista Roberto Junior reduzir as disfunções biomecânicas através de ajustes articulares bem como a liberação de tecidos moles é o foco central do quiropraxista esportivo, permitindo a saudável função do sistema neuro-músculo-esquelético e prevenindo assim outras lesões. O tratamento de atletas amadores e profissionais segue três objetivos: Aumento da performance através do ganho de mobilidade das articulações e dos músculos; Prevenção de lesões; Reabilitação das lesões.

Dessa forma a Quiropraxia visa melhorar as alterações biomecânicas das articulações através do ajuste, além de otimizar o sistema muscular, com enfoque em técnicas de cuidados dos tecidos moles, com destaque para os conceitos mulligan e maitland, a mobilização neural (neurodonâmica), a estabilização segmentar e a liberação miofascial. São inúmeras as vantagens que a Quiropraxia pode trazer para o atleta, dentre as principais, são apontadas o aumento da desempenho do esportista e a maior mobilidade articular e muscular.

Além disso, as técnicas quiropráxicas atuam na reabilitação de lesões acelerando o processo de drenagem do acúmulo de líquidos inflamados na região e consequente redução de edema, redução da dor local, prevenção de lesões e aumento da precisão na percepção do corpo no espaço. Praticantes de musculação também devem buscar uma terapia manipulativa A procura pela atividade física tem crescido e a busca do corpo perfeito tem estimulado a realização de treinos cada vez mais intensos. Os programas de treinamento e seleção de aparelhos devem ser adequados conforme as necessidades e limitações do esportista para obtenção de resultados eficazes em longo prazo.

Entretanto, muitos praticantes de musculação em academias sacrificam a correta postura dos exercícios, em busca de repetições com cargas mais elevadas. Além de minimizar a eficiência do exercício, a prática de movimentos com cargas muito elevadas, superiores aos níveis de aptidão do executador, pode lesar músculos, tendões e ligamentos desses indivíduos. Ser acompanhado por um profissional de educação física habilitado e usar as técnicas corretas para realização do movimento durante o exercício, é extremamente importante por diversos motivos, principalmente a segurança. Além disso, uma perfeita postura, garante o treinamento dos músculos primários que devem ser trabalhados em cada exercício executado e previne o aparecimento de lesões. É importante que o praticante de musculação seja acompanhado por um Quiropraxista. Esse profissional vai atuar desde a prevenção de lesões, utilizando-se de técnicas de alongamentos e flexionamentos, exercícios funcionais e orientações até a manipulação da coluna vertebral e extremidades, buscando a manutenção de uma postura adequada, ganho de mobilidade, além de eliminar dores músculo-esqueléticas.

Fonte: Portal Educação

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail para
receber notícias semanais

Agende uma avaliação